CPI das escutas telefônicas vota requerimentos para ouvir Daniel Dantas


A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Escutas Telefônicas Clandestinas terá duas reuniões nesta semana para votar requerimentos que pedem a presença de acusados de crimes financeiros e de desvio de verbas públicas que foram presos nesta semana pela Operação Satiagraha, da Polícia Federal. Entre eles, o do deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR) que solicita a …

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Escutas Telefônicas Clandestinas terá duas reuniões nesta semana para votar requerimentos que pedem a presença de acusados de crimes financeiros e de desvio de verbas públicas que foram presos nesta semana pela Operação Satiagraha, da Polícia Federal. Entre eles, o do deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR) que solicita a convocação do banqueiro Daniel Dantas, dono do Opportunity, para prestar esclarecimentos sobre escutas que teria promovido por meio da empresa Kroll Associates do Brasil.

Há suspeitas de que os grampos a mando de Daniel Dantas tenham sido feitos em meio à disputa com a Telecom Itália pelo controle da Brasil Telecom. O banqueiro foi solto depois de conseguir um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal, junto com outros dez acusados de envolvimento no esquema.

No relatório da Operação Satiagraha, a Polícia Federal afirma que o advogado Luiz Eduardo Greenhalgh, quatro vezes eleito deputado federal (1987-2007) pelo PT, fez "tráfico de influência" e "lobby" com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, em torno da venda da companhia telefônica Brasil Telecom para a Oi.

PUBLICIDADE

O compromisso de venda da Brasil Telecom foi assinado em 25 de abril. Segundo cálculos de especialistas, Dantas recebeu mais de US$ 1 bilhão por sua parte na empresa telefônica. (Da Redação)

Anterior Projeto obriga operadoras a recolher cartões telefônicos usados
Próximos Apple vende um milhão de iPhones 3G no final de semana