Costa volta atrás e, agora, nome de Jobim será avaliado.


Depois de ter sua indicação para o Conselho Diretor da Anatel confirmada hoje, 21, de manhã pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, o nome do advogado Alexandre Jobim, filho do ex-presidente do STF, Nelson Jobim, e consultor da Abert (Associação das Emissoras de Rádio e Televisão) começou a perder força. O próprio ministro voltou atrás …

Depois de ter sua indicação para o Conselho Diretor da Anatel confirmada hoje, 21, de manhã pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, o nome do advogado Alexandre Jobim, filho do ex-presidente do STF, Nelson Jobim, e consultor da Abert (Associação das Emissoras de Rádio e Televisão) começou a perder força. O próprio ministro voltou atrás e informou, por meio de sua assessoria de imprensa no final da tarde, que não teve tempo de apresentar a indicação de Jobim à ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, com quem Costa se reuniria na hora do almoço, E, agora, antes de apresentar o nome de Jobim que, segundo ele, é consenso dentro PDMB, decidiu pesquisar e avaliar se há problemas jurídicos na indicação de uma pessoa que, antes de assumir o cargo, tenha tido ligações trabalhistas com uma entidade de classe representativa de um setor específico. Vale lembrar que esse argumento de proximidade com um setor do mercado foi um dos motivos de veto do governo ao nome de César Rômulo,superintendente-executivo da Telebrasil (Associação Brasileira de Telecomunicações), entidade ligada às concessionárias fixas.

Anterior Programa de telecentros do Minicom consegue adesão de 1,1 mil prefeituras
Próximos Telefônica: sua entrada no segmento de TV beneficiará o mercado.