Costa quer usar dinheiro do BNDES para atrair fábrica japonesa de chip


O ministro das Comunicações, Hélio Costa, afirmou que o governo criou uma comissão interministerial formada pelos ministérios da Casa Civil, do Desenvolvimento Indústria e Comércio, Minicom e BNDES para retomar a discussão com os japoneses para a instalação de uma fábrica de semicondutores no Brasil, conforme havia sido acordado pelos dois governos, quando foi escolhido …

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, afirmou que o governo criou uma comissão interministerial formada pelos ministérios da Casa Civil, do Desenvolvimento Indústria e Comércio, Minicom e BNDES para retomar a discussão com os japoneses para a instalação de uma fábrica de semicondutores no Brasil, conforme havia sido acordado pelos dois governos, quando foi escolhido o padrão para a TV digital. O ministro participou da aberta do 52º Painel Telebrasil.

Segundo o ministro, o governo já se convenceu de que, para trazer uma fábrica desse porte, terá que abrir linhas de financiamentos para os investidores japoneses. E Costa afirmou que o BNDES já tem disponível US$ 1 bilhão que será oferecido aos investidores japoneses pelas equipes técnicas do banco e do Minicom e viagens nas próximas semanas.

Conversor

Costa voltou a responsabilizar os fabricantes dos conversores pelo fraco desempenho da TV digital no Brasil. Segundo ele, os fabricantes “não tiveram interesse em produzir a caixa popular”, mas informou que a ProView, insatalada em Manaus, consegue lançar no mercado um conversor com HD em alta definição por R$ 199,00, se o governo federal retirar também os impostos federais que incidem sobre o setop box, já que o governo do Amazonas prometeu desonerar integralmente o ICMS.

Anterior Dilma, Hélio e Sardenberg discutem PGO amanhã.
Próximos Anatel explica à justiça sua posição sobre o ponto extra da TV paga na 2ª