Costa propõe abertura de capital dos Correios


Hélio Costa, ministro das Comunicações quer reestruturar a ECT (Empresa de Correios e Telégrafos) e uma das alternativas é a abertura de capital da empresa, como é o caso do Banco do Brasil, Petrobrás e outras estatais. O ministro defendeu a idéia hoje, após se reunir com o ministro da Fazenda, Guido Mantega.     Costa …

Hélio Costa, ministro das Comunicações quer reestruturar a ECT (Empresa de Correios e Telégrafos) e uma das alternativas é a abertura de capital da empresa, como é o caso do Banco do Brasil, Petrobrás e outras estatais. O ministro defendeu a idéia hoje, após se reunir com o ministro da Fazenda, Guido Mantega.    

Costa defende a criação de uma grande empresa de logística dos Correios, com a finalidade de assumir a demanda pela entrega de volumes e encomendas. De acordo com o ministro, esse mercado deverá ter um aumento de 100% a partir do ano que vem.  “Ou os Correios se preparam para essa expansão ou vamos acabar perdendo esse mercado”, afirmou.  

Outra proposta apresentada por Costa ao ministro da Fazenda diz respeito à revisão da estrutura do Banco Postal que, segundo ele, já tem 5.200 agências que abrem em média cinco mil contas por dia e movimentam cerca de R$ 10 bilhões em depósitos. No caso do Banco Postal, Costa pretende fazer uma análise detalhada de toda a operação no Brasil. Atualmente, o Banco Postal é feito em parceria com o Bradesco.

O ministro disse que os detalhes da proposta serão acertados com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, assim que ele retornar da Europa. 

Anterior Banda larga cresce 8% no 2º trimestre
Próximos Venko quer reestrear no mercado paulista com celulares de médio porte