Costa debate recomposição de verbas para Confecom


Esta semana é decisiva para a definição dos trabalhos de organização da Conferência Nacional de Comunicação, que acontecerá de 1º a 3 de dezembro. Na quarta-feira, a recomposição dos recursos destinados à realização dos eventos preparatórios nos estados e municípios e a plenária em Brasília, em audiência pública na Comissão de Ciência e Tecnologia da …

Esta semana é decisiva para a definição dos trabalhos de organização da Conferência Nacional de Comunicação, que acontecerá de 1º a 3 de dezembro. Na quarta-feira, a recomposição dos recursos destinados à realização dos eventos preparatórios nos estados e municípios e a plenária em Brasília, em audiência pública na Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara. Na quinta-feira, a comissão organizadora terá que aprovar o regimento interno da conferência.

A CCT, que criou neste ano uma Subcomissão Especial para acompanhar a Conferência de Comunicação, presidida pela deputada Cida Diogo (PT-RJ), quer discutir com o ministro alternativas para recuperar os recursos orçamentários destinados à realização da Conferência, reduzidos de R$ 8,2 milhões para R$ 1,6 milhão, e avaliar medidas para intensificar a mobilização para o debate nos estados.

Além do ministro, também foram convidados para o debate o presidente da Abert (Associação Brasileira de Emissores de Rádio e Televisão), Daniel Pimentel Slaviero; e o diretor do Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social, Jonas Valente.

Quanto ao regimento interno, que balizará os trabalhos da conferência, a aprovação dependerá da capacidade de negociação dos integrantes da comissão organizadora. Temas referentes a quorum para votação, escolha de delegados e temas secundários têm gerado grandes polêmicas.(Da redação)

Anterior Justiça mantém obrigatório recolhimento do Fistel
Próximos Nokia não tem planos de criar celular com Android