Correios planejam serviço de email criptografado para dar segurança a brasileiros


Já está em estudo nos Correios o desenvolvimento de um serviço de email criptografado gratuito para a população brasileira. O uso desse sistema seria uma garantia para evitar que as comunicações dos cidadãos e empresas do país sejam interceptadas, informou, nesta segunda-feira (2), o secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Genildo Lins.

A empresa ainda está estudando o modelo de negócio para o novo serviço, mas a tendência é de que adote a mesma estratégia dos grandes provedores de serviço da internet, como Google e Yahoo!. Ou seja, por meio da venda de publicidade. “O custo do serviço é alto e precisa ser bem planejado”, afirmou o secretário.

Segundo Lins, o serviço poderá ser lançado no próximo ano, a depender das prospecções do mercado que a empresa vai fazer. Ele disse que o projeto foi apresentado há cerca de um mês e deriva do sistema de certificação digital que os Correios estão desenvolvendo, para dar mais segurança às comunicações pela rede. Este serviço, entretanto, será pago.

O projeto ganhou corpo após as denúncias de espionagem, pelos Estados Unidos, das comunicações de brasileiros pela internet. Lins disse, entretanto, que a empresa não poderá garantias de que os dados de brasileiros para brasileiros trafegará apenas nas redes instaladas no país.

Anterior Brasil espera resposta formal dos EUA para definir medidas contra violação de comunicações de Dilma
Próximos Abratel vai ao STF contra lei que retirou prazo para o Poder Público se manifestar sobre alterações societárias de emissoras