Constelação de satélite da Globalstar ganha licença de operação no Brasil


shutterstock_infraestrutura_satelite_antena_banda_larga

A constelação de satélites de órbita baixa da Globalstar foi autorizada a prestar seus serviços no território brasileiro pela Anatel.

Os satélites estrangeiros  não geoestacionários da empresa irão oferecer uma capacidade espacial sobre o Brasil de 16,5 MHz nas faixas das bandas L e S e de 360 MHz nas faixas da banda C. A Globalstar possui hoje uma constelação de 48 satélites operando em órbita baixa de 1.414 quilômetros da Terra, com cobertura global.

A aprovação da licença foi feita na reunião do dia 20 do Conselho Diretor da Anatel, com base na análise do conselheiro Aníbal de Freitas.

Anterior Provedores são os principais players em 1.241 municípios
Próximos Mario Cesar Araujo vai presidir o conselho da TIM Brasil