Conselho deve protelar decisão da 3G


O presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg, afirmou hoje que as decisões sobre o lançamento do edital da terceira geração da telefonia móvel e sobre o ingresso da Telefônica na Telecom Itália devem se prorrogar por todo o mês de outubro, devido a divergências internas no conselho. Sardenberg salientou que, ele, presidente, não manda no conselho diretor, …

O presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg, afirmou hoje que as decisões sobre o lançamento do edital da terceira geração da telefonia móvel e sobre o ingresso da Telefônica na Telecom Itália devem se prorrogar por todo o mês de outubro, devido a divergências internas no conselho. Sardenberg salientou que, ele, presidente, não manda no conselho diretor, que tem liberdade e autonomia para pedir vistas dos processos e, assim, adiar as decisões.

No caso do edital da 3G, por exemplo, o embaixador disse que na próxima reunião do dia 9 de outubro, quando o conselho voltará a se reunir com os cinco conselheiros, será analisada a proposta técnica, mas ele não acredita que ela será aprovada na reunião, pois algum conselheiro deverá pedir vistas do processo.

Telefónica/TI

Quanto ao negócio da Telefônica, ele entende que, por ser esse um tema muito  complexo, é mais do que justo que os conselheiros tenham mais cautela em sua análise.

Anterior Sardenberg também acha pré-pago caro, mas não quer interferir no mercado.
Próximos A Brasil Telecom quer crescer com os clientes emergentes