Conselho da Oi tem dois novos membros, próximos ao BNDES


shutterstock_Pressmaster_FORMACAO_PROFISSIONAL_GENTE_MERCADO_NEGOCIOS

O segundo maior banco credor brasileiro – e acionista da concessionária Oi, o BNDES – resolveu estar mais presente no processo de recuperação judicial da empresa. Na sexta-feira, a operadora informou ao mercado que foram aprovados dois novos nomes para o Conselho de Administração. Marcos Duarte Santos e Ricardo Reisen de Pinho, como conselheiros independentes.

Mas segundo o jornal Valor Econômico, esses dois conselheiros foram indicados pelo BNDES. Santos integra também a rede varejista Casa & Video e Pinho a concessionária de energia elétrica Light.

PUBLICIDADE

A Oi deve ao BNDES R$ 3,3 bilhões, a segunda maior dívida entre os credores bancários. O Banco do Brasil é o maior credor, com dívida a receber de R$ 4,4 bilhões, seguido pela China Development Bank, com R$ 2,4 bilhões, Caixa Econômica Federal, com R$ 1,9 bilhão e Itaú, R$ 1,5 bilhão, totalizando R$ 13, 5 bilhões, ou 21% do total da dívida de R$ 65,4 bilhões.

Conforme o jornal o Globo da semana passada, a concessionária já estaria alinhando os termos do acordo com esses bancos, que não envolveria ações, mas alongamento do pagamento da dívida por um período de mais 15 anos.

Anterior TV paga encolhe 17% em um ano
Próximos Exportações de eletroeletrônicos caem 22% em julho