Conselho da Oi aprova novos termos da fusão com a PT


Em comunicado ao mercado, a Oi informa que o conselho de administração da companhia aprovou a contratação de opção de compra de ações entre suas subsidiárias e a Portugal Telecom (PT). O termo aditivo é uma condição para que o processo de fusão entre as duas companhias constituindo a CorpCo possa ter prosseguimento, depois das perdas provocadas pelos investimentos feitos pela PT na empresa Rioforte, do Grupo Espírito Santo.

A proposta aprovada ontem prevê a troca de ações da Oi detidas pela PT por títulos de investimentos feitos por essa companhia na Rioforte. Pelos novos termos da fusão, já aprovados pelos acionistas da companhia portuguesa, a participação da PT na CorpCo será reduzida de 37,3% para 25,6%.

Anterior Capacidade de inovação do Brasil é três vezes menor que a dos EUA
Próximos Cisco lança firewall com detecção de violação e remediação unificados