Mantido o fim da Sepin, que vai se fundir à Setec


Em carta ao senador de seu partido, Roberto Requião, o ministro peemedebista Celso Pensera confirmou a extinção da Secretaria de Política de Informática, conforme antecipado pelo Tele.Síntese.

Os senadores Requião e Walter Pinheiro (PT/SP) se manifestaram no plenário do Senado contra a extinção da Sepin. Na carta, o ministro afirma que “estamos fundindo a Secretaria de Política de Informática (SEPIN) e a Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (SETEC), o que no organograma pode significar a extinção da SEPIN, mas não a extinção de suas responsabilidades e competências”.

No dia 16 saiu publicada a nomeação do novo secretário da pasta, seu amigo íntimo, Manoel Augusto Cardoso da Fonseca, que deverá assumir o novo posto, assim que a reestruturação do ministério for oficializada.

Segundo Pensera, “mediante a crise atual, uma das medidas organizacionais tomadas pelo governo federal foi de reestruturar determinadas áreas, com o intuito de aumentar a eficiência e a efetividade de seus investimentos.

Anterior Mdic prorroga consulta para PPB de conversor digital
Próximos Qualidade da banda larga não atende metas da Anatel em nenhum estado