Conexão M2M atinge 18,4 milhões de máquinas em 2013, em todo o globo


O número de conexões móveis M2M (máquina a máquina, como terminais de cartão, conhecidos como POS, máquinas ATMS ou qualquer outra máquina que tenha chip de comunicação) atingiu 18,4 milhões de máquinas no ano passado, estima a consultoria Berg Insight. A empresa estima que o número de celulares com a conexão M2M irá crescer 12,6% nos próximos cinco anos, alcançando 33,3 milhões de conexões em 2018.

No mundo, os terminais POS constituem a maior parte dos aparelhos – quase 90% de todas as conexões dos varejistas. Esta realidade é a mesma no Brasil, que possui mais de 6 milhões de conexões M2M. Esses tipos de aparelhos não serão, contudo, contemplados na política de desoneração do governo fiscal, cuja regulamentação para a não cobrança do Fistel (fundo de fiscalização, que custa mais de R$ 12,00 por chip, por ano) já está em análise na Casa Civil da Presidência da República. A proposta do governo é só desonarar as máquinas que não precisem da interferência humana para fazerem a transmissão de dados.

A consultoria reconhece que a adoção do M2M ainda é lenta nos principais mercados. Nos Estados Unidos, por exemplo, apenas 2,9% das mais de 3,8 milhões de máquias de vendas existentes estão conectadas. ( Da redação).



Anterior Anatel vai antecipar revisão dos grupos com PMS
Próximos Femto estreia nos escritórios e traz novo player para redes