Comunicações terão apenas 2% dos recursos do PPA


Embora o Executivo defenda algumas mudanças para a área de Comunicações, dos gastos com Infraesturura previstos no Plano Plurianual (PPA) para 2008-2011, a pasta deve receber apenas 2% dos recursos. O PPA foi apresentado ao Congresso na última sexta-feira, 31 de agosto, e prevê o gasto de R$ 3,526 trilhões para os próximos quatro anos …

Embora o Executivo defenda algumas mudanças para a área de Comunicações, dos gastos com Infraesturura previstos no Plano Plurianual (PPA) para 2008-2011, a pasta deve receber apenas 2% dos recursos. O PPA foi apresentado ao Congresso na última sexta-feira, 31 de agosto, e prevê o gasto de R$ 3,526 trilhões para os próximos quatro anos nos 306 programas destacados pelo Governo.
 
De acordo com o PPA, os dispêndios com Infraestrutura serão de R$ 389,4 bilhões, sendo que o segmento das Comunicações será a área com menor aporte. Energia terá 75%; Transportes 14%; Saneamento 5%; e Urbanismo 4%. Mesmo assim, dentro do plano, os objetivos do Governo Federal para a área de Comunicações  são otimistas. Pelo PPA, a legislação do setor deverá se adequar ao estado-da-arte das tecnologias de informação e comunicação, além de incentivar a competitividade nos segmentos de telefonia fixa, TV por assinatura e Internet banda larga.

O PPA organizou as ações do Governo em três eixos: crescimento econômico, agenda social e educação de qualidade. No total, em 2008, serão gastos R$ 800 bilhões, em 2009 R$ 864 bilhões, em 2010 serão R$ 915 bilhões, e, em 2011, R$ 947 milhões.

Anterior China próxima de um milhão de assinantes de IPTV
Próximos Novo projeto para as teles prestarem serviço de TV paga