Compra do Terra não leva Telefônica para a mídia, esclarece Navarro


Photo: Robson RegatoO presidente da Telefônica Brasil, Eduardo Navarro, diz que a compra da unidade brasileira do Terra pela Telefônica Data vai ajudar a acelerar a oferta de serviços digitais pela operadora e traz uma sinergia importante para as duas operações, para a Vivo e para o portal. Embora ambas fossem empresas controladas pelo grupo Telefónica, eram operações totalmente independentes.

Ele esclarece, no entanto, que não há nenhuma intenção por parte da Telefônica Brasil em entrar no no negócio de mídia. “Esse não é o nosso DNA. O portal Terra não vai fazer jornalismo noticioso. Seu foco é entretenimento e comportamento”, diz.

Hoje, o Terra já oferece serviços móveis, por meio de um acordo com a Vivo, e a tendência é uma ampliação desses serviços. “Cada vez mais as plataformas móveis oferecem conteúdo dos mais variados tipos”, lembra Navarro.

Anterior Telefônica Brasil fica com o controle do Terra por R$ 250 milhões
Próximos CPqD quebra próprio recorde e atinge 400 Gbps sem repetição