Comissão Europeia aprova fusão que cria maior operadora móvel britânica


A Comissão Europeia aprovou hoje a fusão entre a Orange UK (subsidiária da France Telecom) e a T-Mobile (subsidiária da Deutsche Telekom). A fusão das duas gigantes das telecomunicações do Reino Unido resultará na criação da maior operadora de comunicações móveis do país. A aprovação, no entanto, foi condicionada a que a Orange e T-Mobile …

A Comissão Europeia aprovou hoje a fusão entre a Orange UK (subsidiária da France Telecom) e a T-Mobile (subsidiária da Deutsche Telekom). A fusão das duas gigantes das telecomunicações do Reino Unido resultará na criação da maior operadora de comunicações móveis do país. A aprovação, no entanto, foi condicionada a que a Orange e T-Mobile compartilhem a rede com a Hutchison 3G UK (3UK), para assegurar a competição no mercado.
A comissão disse recear que a 3UK – do grupo Hutchison Whampoa, de Hong Kong – não consiga sobreviver à fusão entre as duas empresas.

A Orange e a T-Mobile vão ter também de renunciar a um quarto do espectro de frequência combinado da nova empresa, cujo tráfego navega na banda de 1800 MHz, uma das três bandas usadas nas comunicações móveis no Reino Unido.

A Deutsche Telekom e a France Telecom anunciaram, em setembro passado, os planos para a fusão das duas operadoras britânicas, para concorrer com a Vodafone, que detém cerca de 25% do mercado britânico, o segundo maior da Europa. A empresa que resultar da fusão terá 28,4 milhões de clientes e uma participação de mercado de 37%. A Telefónica também concorre no mercado britânico, com participação de 27%. (Da redação, com informações do Parlamento Europeu)

Anterior Claro oferece acesso ao Facebook pelo celular
Próximos Pro Teste pede que justiça faça perícia no backhaul das concessionárias