Comissão Europeia acusa Qualcomm de prática abusiva


A Comissão Europeia formalizou  hoje, 8, duas acusações de prática anticompetitiva da fabricante de chips norte-americana, Qualcomm. No primeiro processo, a empresa é acusada de pagar por exclusividade no uso de seu chip, o que é ilegal. No segundo, de cobrar preços abaixo dos custos. As duas medidas, alega a CE, teriam sido adotadas para tirar do mercado o seu competidor, a Icera.

“Estou preocupada pois a ação da Qualcomm pode ter excluído competidores ou impedido que eles competissem.Precisamos ter a certeza que os consumidores europeus vão continuar se beneficiando da inovação e da competição”, afirmou  Margrethe Vestager, a comissária responsável pela competição na Europa.

As multas poderão chegar a US$ 2,7 bilhões. Os dois processos de investigação foram abertos em julho deste ano. A empresa terá de três a quatro meses para apresentar sua defesa.  (com agências internacionais). 

Anterior Investigação na Samsung atinge altos executivos
Próximos Anatel define cronograma do 9 dígito para os últimos locais