Comissão do Senado vai debater qualidade do serviço de telecom


shutterstock_ Elnur_consumidor_concessionarias_radiodifusao_.device_call_center

As deficiências no atendimento a demandas de usuários de serviços de telefonia colocam o setor de telecomunicações no topo do ranking de reclamações dos consumidores e a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) quer saber o que a Agência Nacional de telecomunicações (Anatel) tem feito para mudar esse quadro.

Em reunião nesta terça-feira (21), os senadores da CI aprovaram requerimento de Lasier Martins (PSD-RS) para realização de audiência pública com Juarez Quadros, presidente da Anatel, para discutir problemas apontados em relatório que a ouvidoria do órgão submeteu à comissão.

No documento, o ex-ouvidor da agência, Aristóteles dos Santos, diz haver na Anatel uma cultura de “resistência implícita” às demandas dos consumidores dos serviços de telecomunicações. O direito legal de petição do cidadão junto à agência, afirma o ouvidor, tem sido desrespeitado.

– A ouvidoria considera que o modelo de atendimento ao consumidor, tanto pelas operadoras dos serviços quanto pela Anatel, é ineficiente, precisando ser estruturalmente reformulado – frisou Lasier.

Como explica o senador, a Anatel dá como atendida uma reclamação que obteve protocolo de resposta, mesmo que o problema não tenha sido solucionado.

– É o ouvidor denunciando aquilo que nós desconfiávamos, que não se considera a reclamação a não ser como uma formalidade – completou o senador gaúcho.

No relatório da ouvidoria, também são apontados problemas decorrentes de cortes no orçamento da Anatel, que já teriam atingido “limites insuportáveis”, prejudicando atividades cotidianas do órgão, como a fiscalização das operadoras. ( agência Senado). 

Anterior Anatel rejeita nove anos da lista de bens reversíveis da Algar Telecom
Próximos Apple lança novo iPad e iPhone 7 vermelho