Comissão de C&T quer que justiça italiana explique denúncias


 A comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados decidiu solicitar ao presidente da instituição, Arlindo Chinaglia, que peça à justiça italiana explicações sobre as denúncias publicadas esta semana nas revistas italiana, Panorama, e brasileira, Veja, de que parlamentares da comissão teriam recebido, em 2003, propina da Telecom Itália. O presidente da comissão, Julio …

 A comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados decidiu solicitar ao presidente da instituição, Arlindo Chinaglia, que peça à justiça italiana explicações sobre as denúncias publicadas esta semana nas revistas italiana, Panorama, e brasileira, Veja, de que parlamentares da comissão teriam recebido, em 2003, propina da Telecom Itália.

O presidente da comissão, Julio Semeghini (PSDB/SP), mandou fazer um levantamente de todos os projetos de lei votados pela comissão nos anos de 2002, 2003 e 2004, para saber se haveria algum projeto votado pela comissão que tivesse ligação com a empresa italiana ou suas subsidiárias brasileiras e, segundo ele, confirmou o que já previa: a comissão não tratou de qualquer tema vinculado a essas empresas nesse período. “Acho muito estranho que uma fonte anônima italiana  afirme que parlamentares da comissão tenham recebido propina, sem apontar qualquer nome. Não faz sentido a citação de  da comissão, já que nenhum projeto de lei tratando dessas empresas foi votado na comissão”, alegou.

Mesmo com esse levantamento, a comissão decidiu pedir à Mesa diretora da Câmara que formalize à justiça italiana pedidos de informação sobre essa denúncia.  Três ex-funcionários da Telecom Italia foram presos ontem em Milão, resultado de investigação sobre suposta rede de espionagem eletrônica e escutas ilegais que teria sido usada para investigar dirigentes da Brasil Telecom (BrT), segundo o juiz Giuseppe Gennari.

Anterior Vivo quer redução no preço da 3G
Próximos CPM Braxis abre 140 vagas para portadores de deficiência