Começa montagem do centro de controle do satélite geoestacionário da Telebras


shutterstock_ 3Dsculptor_tecnologia_satelite_infraestrutura_TVTécnicos da empresa francesa Thales Alenia Space começaram esta semana a instalar os equipamentos de controle terrestre do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) no Centro Temporário de Operações Espaciais (Cope) em Brasília. A instalação prossegue nos próximos dias, acompanhada por colaboradores da Gerência de Satélites da Telebras.

Os equipamentos serão usados para controlar remotamente o posicionamento do satélite, que cobrirá todo o território brasileiro. Atualmente o SGDC encontra-se em estágio de montagem na sede da Thales Alenia em Cannes, na França. Um grupo de engenheiros da Telebras acompanha a montagem do artefato, além de profissionais da Visiona e do Ministério da Defesa.

Além de Brasília, está em fase de conclusão o Cope Temporário no Rio de Janeiro, construído em terreno da Marinha, na Ilha do Governador. Os equipamentos para este centro de controle já foram encaminhados ao Brasil pela Thales Alenia.

Um terceiro estágio do projeto satélite são as plataformas de comunicação e estações de acesso (gateways), de interligação do sistema, cujas licitações estão em andamento. As instalações dessas estações deverão ser concluídas no segundo semestre de 2016, segundo previsão do gerente do Projeto Satélite na Telebras, Sebastião do Nascimento Neto. Ao todo, serão cinco estações: em Brasília, Rio de Janeiro, Florianópolis, Salvador e Campo Grande.

A previsão para colocar o satélite em órbita é o terceiro trimestre de 2016, pela empresa Arianespace, a partir da base espacial na Guiana Francesa. Após um período de ajustes e de testes, o satélite começará a sua operação comercial no início de 2017.

O satélite terá capacidade de 54 Gbit/s, destinada à banda Ka, usada para ampliar a oferta de banda larga pela Telebras. Pesa 5,8 toneladas e vai garantir conexão banda larga nos municípios mais distantes do país. Ele irá reforçar a rede terrestre da Telebras, atualmente com 28 mil km de extensão, presente em todas as regiões brasileiras. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Acionistas da Nokia aprovam fusão com Alcatel-Lucent
Próximos Telebras fará grupamento de ações de 10 para 1