Com venda das ações, Telefónica pode votar pela compra da Vivo na assembleia da PT


Ao vender a quase totalidade das ações que detém na Portugal Telecom, analistas avaliam que a Telefónica está se preparando para votar a favor da compra da vivo, na assembléia da PT marcada para o próximo dia 30 de junho. Iso porque acreditava-se que a operadora espanhola ficaria impedida de exercer seu direito de voto …

Ao vender a quase totalidade das ações que detém na Portugal Telecom, analistas avaliam que a Telefónica está se preparando para votar a favor da compra da vivo, na assembléia da PT marcada para o próximo dia 30 de junho. Iso porque acreditava-se que a operadora espanhola ficaria impedida de exercer seu direito de voto com os 8,5% que detinha diretamente na PT. Agora, com uma posição minoritária, ela estaria liberada para votar na assembleia.

Analistas internacionais acreditam ainda que, ao vender a posição que detinha, – não se sabe para quais sócios da operadora portuguesa- ,a Telefónica assegurou mais 8,5% de votos a favor de sua proposta. A decisão sobre a venda da Vivo será tomada por maioria simples dos votos, o que significa que bastam 50% mais uma ação dos votos presentes. O núcleo dos acionistas portugueses possuem 26%, o que não impediria a venda, se a assembleia contasse com 65% do capital representado. Mas o capital da PT em mãos nacionais é de 36%, o que significa que se todos os acionistas portugueses se juntarem, como apelou o Banco do Espírito Snato, a venda não será aprovada.  (Da redação, com agência Lusa).

Anterior Telefónica vende participação na Portugal Telecom
Próximos Conselho da Telebrás aprova minuta do novo estatuto