Com o TIM Black, operadora quer reconstruir imagem no pós-pago


Novos planos, com chamadas ilimitadas, já nascem tendo mais de metade da base de pós-pago da empresa migrada e marcam também retorno da tele à estratégia de subsidiar a compra de smartphones.

shutterstock_PeshkovaV_Device_telefonia_movel_celular_tecnologia_tendenciaA TIM lançou hoje, 02, em todo o Brasil, novos planos pós-pagos. Com as ofertas, a operadora espera reposicionar a marca entre assinantes, além de atrair clientes da concorrência, passando a ser vista como detentora de uma rede ampla, capaz de oferecer mais qualidade na transmissão de dados, especialmente no 4G, e em voz a preço competitivo.

São cinco os novos planos, com preços que variam de R$ 109,90 a R$ 449,90 (mais detalhes no quadro abaixo). Nos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, onde a penetração da empresa é mais baixa, os preços também o são. Em todos os planos, a TIM aumentou a quantidade de dados disponíveis para o atual assinante pós-pago e passou a ceder chamadas ilimitadas para qualquer operadora.

Com o reposicionamento, os planos pós-pagos passam a ser chamados apenas de TIM Black. Segundo o CMO da empresa, Daniel Cardoso, a intenção é que 100% dos clientes sejam Black num curto espaço de tempo. “Mais da metade da base pós-paga já foi convertida automaticamente. Restam assinantes de planos mais antigos que vamos trabalhar para trazer à nova oferta”, falou ao Tele.Síntese.

Os clientes desses planos legados precisam ser convencidos a migrar por terem contratos diferentes dos demais. Já os que amanheceram nos novos serviços foram comunicados ao longo das últimas semanas, avisados de que a mudança aumentaria a quantidade de dados, de chamadas e que receberiam acesso adicional a SVAs.

A TIM tem 61,3 milhões de clientes móveis no país. A maioria no pré-pago (75%), e o reposicionamento está alinhado à estratégia da companhia de crescer entre o cliente que gasta mais com a operadora, o assinante recorrente do pós-pago. A estratégia começou a ser aplicada em 2015, quando a empresa começou uma reformulação de todo seu portfólio, motivada pela queda de tarifas de interconexão no atacado – o que permitiu liberar o uso de chamadas interurbanas e a outras operadoras, por exemplo.

“Queremos mostrar a história de que a TIM investiu, e continua investindo, em qualidade. A questão não é unicamente de preço, pois o cliente pós-pago analisa outros fatores, como a confiabilidade do serviço”, diz Cardoso. Para comprovar a tese, ele ressalta que os novos planos seguem o movimento feito no Controle, de oferta conjunta com estratégias de zero-rating, entregando acesso livre, sem cobrança de franquia ou de assinatura, pelos serviços Deezer (aplicativo de música), Banca Virtual (leitura de revistas) e Protect Backup (armazenamento em nuvem). E a empresa promete acrescentar novos serviços aos pacotes periodicamente.

Além disso, a TIM volta a oferecer descontos progressivos na compra de smartphones, política que havia abandonado há cerca de dois anos. Mas a experiência mostrou que o telefone é uma ótima maneira de atrair novos consumidores. “A gente percebeu nesse período que o celular continua sendo um objeto de desejo e é um critério importante na escolha da operadora. Voltamos com o subsídio, mas não de forma generalizada”, explica Cardoso. Um exemplo é a oferta do Samsung Galaxy S8 com R$ 1.700 de desconto no TIM Pós 7GB. Segundo ele, não será qualque celular a ter desconto, mas há intenção de acrescentar modelos intermediários.

planos_tim-black

Anterior Carapinheiro: Pequenos provedores são os heróis da conectividade
Próximos MVNO dos Correios chega ao Rio de Janeiro

9 Comments

  1. 2 de junho de 2017

    Avante TIM!

  2. Marcos Rodrigues de Oliveira
    2 de junho de 2017

    Espectativa frustrada perante a divulgação destes novos planos, que estão financeiramente em desacordo com o atual panorama nacional de crise. Levando em consideração que ligações ilimitadas hj em dia não é um fato relevante, mediante a demanda estar voltada para o uso da internet, Sugiro planos com preço acessível para a maioria da população, voltados para Viabilizar um bom uso de dados. Desde já agradeço a atenção.

  3. Amarildo papa
    3 de junho de 2017

    Agora que se pode fazer ligação via wats’up vem com esta de ser boazinha… Peguem suas ligações ilimitadas e enfiem…

  4. Junior
    4 de junho de 2017

    A Tim sempre fazendo a diferença e melhorando o mercado da telefonia celular. Pois se dependessemos da Vivo, que por enquanto ainda é líder, estaríamos pagando assinatura básica de 100.00 até hoje, como era na época da Telesp celular. Basta agora melhorar a cobertura principalmente nas estradas e áreas afastadas das cidades.

  5. Frederico Gauz
    5 de junho de 2017

    Novos planos são sempre bem vindos desde que:
    1- a rede de cobertura seja ampla e FUNCIONE;
    2 – o sinal seja BOM;
    3 – o call center possa dispor das informações necessárias;
    4 – os benfícios sejam reais e perceptíveis pelos usuários, nunca impostos `a sua revelia;
    5 – NUNCA agreguem novos produtos, cobrem na fatura e só façam o estorno após o pagamento pelos clientes;
    6- OUÇAM OS SEUS CLIENTES!!!!!

  6. Renato
    5 de junho de 2017

    Os planos da claro são mais baratos, só uma dica.

  7. Jackson
    5 de junho de 2017

    Valores fora da realidade conforme o amigo acima disse,alias esses minutos,sms e perfumaria gratis são dignos de muitos kkkkkkkkkkkkkk são uma piada e demonstram um belo desespero das operadoras né. afinal ninguem mais quer, virou um enorme elefante branco.

    O que todo mundo quer e a operadora que fizer primeiro vai abocanhar todos é internet movel sem franquia nenhuma,mas investir numa rede capaz ai é outros 500.

    Não é para qualquer operadora não.

  8. Charles
    5 de junho de 2017

    Um plano interessante, e o desconto bom no Samsung s8, a tim esta investindo mesmo, aqui no meu bairro a 3 anos atrás dava uma barra de sinal, agora da 3 a 4 barras de intensidade de sinal em 3G e o sinal 4G esta muito bom aqui da Tim, moro na zona norte do Rio Bairro Madureira

  9. Mario Karl
    12 de junho de 2017

    Tenho plano TIM Plus 2gb
    Preço 55 reais. Não dá nem pra começar. Deveriam permitir que eu migrasse para o plano de 5 GB por 99 reais. Infelizmente…