Com novo satélite, Hughes amplia oferta de banda larga para o Brasil


A Hughes Network Systems, uma empresa da EchoStar, anunciou hoje (23)  o lançamento bem-sucedido de sua carga hospedada da banda Ka no satélite Telstar 19 (Telstar 19V), na posição orbital 63 W. Com essa nova capacidade de High-Throughput Satellite (HTS) na América do Sul, a Hughes oferecerá serviços de banda larga HughesNet para empresas e residências, serviços de rede gerenciada, backhaul de celular para operadoras de redes móveis e soluções Wi-Fi . Construído pela Space Systems Loral (SSL) para a Telesat, o Telstar 19V foi lançado a bordo de um foguete SpaceX Falcon 9 de Cabo Canaveral, Flórida.

“Com o lançamento da Hughes 63W, a Hughes reafirma seu compromisso de impulsionar um futuro conectado para pessoas e empresas no Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru”, disse Pradman Kaul, presidente e CEO da Hughes. “Para habilitar essa capacidade de HTS, também estamos abrindo novos gateways no Brasil e no Chile, que complementarão nossos cinco gateways JUPITER System nos EUA para atender à crescente demanda por conectividade nas Américas.”

A Hughes implantará sua tecnologia de sistema JUPITER de última geração para o sistema de solo e equipamento de instalações do cliente para fornecer serviços de banda larga na Hughes 63W. O Sistema JUPITER suporta uma ampla gama de aplicações, incluindo serviços de Internet de banda larga para pequenos e médios negócios (SMB), comunidade de Wi-Fi, backhaul de celular, serviços de rede gerenciada e mobilidade, incluindo serviços aeronáuticos.

A Hughes 63W traz capacidade substancial para cinco países na América Latina, alcançando mais de 90% das pessoas no Chile, Equador e Peru. No Brasil, onde o serviço de internet via satélite HughesNet já está disponível via capacidade Hughes de 65W, a nova carga útil complementará o serviço existente e oferecerá conectividade para mais de 90% dos brasileiros.

Espera-se que os serviços no Hughes 63W comecem no início do quarto trimestre de 2018, após a Telesat e a SSL completarem o teste de órbita e em órbita da Telstar 19V. A Hughes assinou um contrato de 15 anos com a Telesat para a capacidade da banda Ka. (assessoria de imprensa).

Anterior Claro pronta para usar os 700MHz em São Paulo
Próximos Nextel faz novo ajuste em planos para atrair clientes de outras operadoras

3 Comments

  1. 24 de julho de 2018

    Que venha para melhor, que traga maior velocidade e capacidade de conexão já que nosso país está carente de internet justa.

  2. 24 de julho de 2018

    Rua Aline Lelis da Silva N° 27

  3. Cláudio Gonçalves de Siqueira
    31 de julho de 2018

    Gosto muito da empresa,até porque é a única disponível aqui na região onde resido. Espero que forneça internet ilimitada ou pelo menos aumente a franquia.