Com a crise, operadoras incrementam venda de netbooks em todo o mundo


No ano passado foram comercializados em todo o mundo cerca de 13 milhões de unidades de netbooks (computadores portáteis baratos que só acessam a internet), das quais mais de 10 milhões foram adquiridas no segundo semestre. Entre os principais responsáveis por essas vendas estão os operadores de telecomunicações, que comercializam o equipamento agregado aos seus …

No ano passado foram comercializados em todo o mundo cerca de 13 milhões de unidades de netbooks (computadores portáteis baratos que só acessam a internet), das quais mais de 10 milhões foram adquiridas no segundo semestre. Entre os principais responsáveis por essas vendas estão os operadores de telecomunicações, que comercializam o equipamento agregado aos seus serviços de banda larga.

Para a Pyramide Research, o maior impacto dos netbooks nos países de menor renda ocorrerá em 2010, quando os equipamentos estarão custando menos do que US$ 350. A estimativa é que, no próximo ano, os netbooks já tenham suplantado as vendas de notebooks nos canais das empresas de telecom, o que não é uma boa notícia para os fabricantes de computadores, que têm medo da canibalização dos seus laptops. "Por enquanto os fabricantes não estão reclamando dessa nova máquina porque perceberam que, sem ela, a recessão iria atingir a indústria de computadores muito mais fortemente", afirma Cristinao Laux, gerente da consultoria. (Da redação) 

Anterior Net lança marca em Guarulhos
Próximos PL 29: ABTA sugere debate sobre regulação da internet para depois.