CMVM volta a proibir venda de ações a descoberto da Portugal Telecom


A CMVM de Portugal voltou a proibir a venda a descoberto das ações da Portugal Telecom no mercado acionário daquele país. A venda a descoberto ocorre quando empresas negociam na bolsa sem possuírem as ações da empresa. “A proibição das vendas a descoberto das ações representativas do capital social da Portugal Telecom, SGPS no Euronext Lisbon tem efeitos a partir das 00:00 de 5 de novembro até às 23:59 do mesmo dia”, adianta a entidade supervisora do mercado de valores mobiliários.

Conforme a agência, esta medida foi tomada levando em consideração a flutuação do preço das ações da PT, que “não pode excluir a ocorrência de um fenômeno de especulação com impacto negativo”, afirma o comunicado.

A CMVM já tinha proibido a venda a descoberto de ações da PT entre os dias 21 e 23 de outubro, depois de as ações da empresa terem chegado a cair quase 30% no dia 20 de outubro, perdendo 10,05% nessa mesma sessão e 8,15% na do dia 21.

Anterior BNDESPAR e DLM aportam R$ 71 milhões na Zenvia
Próximos Aristóteles dos Santos é reconduzido à ouvidoria da Anatel