Claro vai premiar assinantes de serviço de língua estrangeira


A Claro irá oferecer benefícios e prêmios para os assinantes do serviço interativo de aprendizado da língua inglesa. Além das lições e dicas diárias, o assinante receberá duas perguntas gratuitas por dia da promoção e a cada resposta ganhará mais cupons para concorrer ao prêmio de um notebook por dia. Durante a promoção “Claro Línguas …

A Claro irá oferecer benefícios e prêmios para os assinantes do serviço interativo de aprendizado da língua inglesa. Além das lições e dicas diárias, o assinante receberá duas perguntas gratuitas por dia da promoção e a cada resposta ganhará mais cupons para concorrer ao prêmio de um notebook por dia. Durante a promoção “Claro Línguas Muda sua Vida”, os assinantes ainda poderão concorrer a prêmios maiores, como: R$ 2.000,00 por dia; R$ 10.000,00 por semana; um carro por mês e uma viagem ao final da promoção.

O Claro Línguas é um serviço da Claro em parceria com a EF Englishtown. Trata-se de um curso interativo para que os clientes aprendam inglês de forma prática e com toda a mobilidade que os dias atuais exigem. O Claro Línguas pode ser acessado pelo celular – via SMS ou WAP (internet pelo aparelho) – e também pelo computador. O serviço esta disponível através de pacotes de assinatura, a partir de R$ 1,99 por semana. A primeira semana de assinatura é grátis.

Para ativar o Claro Línguas, basta ser cliente de qualquer um dos planos da Claro (pré-pago, pós-pago ou Controle), e seguir um dos seguintes passos: enviar uma mensagem com a palavra “Mude” para 411 ou acessar o site www.claroideias.com.br/linguas. Ao se tornar assinante do serviço Claro línguas, o usuário estará automaticamente participando da promoção e concorrendo a um notebook por dia, e ainda pode aumentar a chances participando do quiz gratuito ou jogando o vip com o custo da assinatura de R$0,50 para concorrer aos prêmios maiores.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior App móvel do Terra permite que torcedor siga seu time
Próximos Oi precisa pedir autorização prévia à Anatel para venda dos imóveis