Claro leva terceira faixa da região Centro-Sul com ágio de 62%


Devido a grande extensão da região Centro-Sul, que engloba nove estados brasileiros, a disputa por freqüências nesta região tem apresentado menores ágios do que os obtidos nas disputas anteriores. A terceira faixa da terceira geração de telefonia celular foi arrematada pela Claro por R$ 369,5 milhões, valor que representa ágio de 62,4% frente ao preço …

Devido a grande extensão da região Centro-Sul, que engloba nove estados brasileiros, a disputa por freqüências nesta região tem apresentado menores ágios do que os obtidos nas disputas anteriores. A terceira faixa da terceira geração de telefonia celular foi arrematada pela Claro por R$ 369,5 milhões, valor que representa ágio de 62,4% frente ao preço mínimo exigido pela Anatel, de R$ 227,4 milhões. A operadora disputou a banda com a Nextel por três rodadas, e acabou levando a freqüência de 20 MHz, para os estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Rondônia e Acre, além do Distrito Federal.

A última licença da região Centro-Sul foi arrematada pela TIM, por R$ 382,284 milhões, com ágio de 68% sobre o preço mínimo proposto pela Anatel, também de R$ 227,4 milhões.  

Anterior Anatel retoma leilão das sobras e agenda disputa para o dia 27
Próximos 3G: BrT se apresenta para disputar capital de São Paulo e região Norte