Claro lança serviço comercial de 4G no Recife


A Claro, operadora controlada pela América Móvil, lançou nesta quinta-feira (13) em Recife o seu serviço de telefonia 4G. A capital pernambucana é uma das seis cidades-sede da Copa das Confederações que devem ser cobertas com o serviços até o final de março de 2012, pelas empresas que adquiriram o espectro em leilão da Anatel este ano. 

De acordo com o presidente da companhia, Carlos Zenteno, Recife foi escolhida para a estréia comercial do serviço por ser uma das cidades, dentre as quais há obrigatoriedade de cobertura, com o maior número de clientes. Além disso, a existência de uma regulamentação que facilita a instalação de antenas, favoreceu a construção da rede, além de condições técnicas favoráveis.

A rede 4G da Claro em Recife contará com 49 antenas, o que deve ser suficiente para atender a 80% dos habitantes do município. O lançamento contou com a participação do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

 

Além de Recife, as cidades do circuito de experiências – Campos do Jordão (SP), Paraty e Búzios (RJ) – que já realizavam testes exaustivos de qualidade, também começam a comercializar a nova tecnologia. Com este anúncio, a Claro passa a ser a primeira operadora do país a iniciar comercialmente sua oferta de 4G. A Oi já anunciou o início de um piloto 4G no Rio de Janeiro.

Inicio com capacidade menor
A tecnologia 4G da Claro chegará a Recife, primeiramente, com a capacidade de 5Mhz + 5Mhz e, gradativamente, com a liberação do espectro de 2,5 GHz, atingirá a faixa completa de 20Mhz + 20Mhz, totalizando os 40Mhz de capacidade adquiridos pela Claro no leilão realizado pela Anatel, em junho.

Nas cidades de Campos do Jordão, Búzios e Parati, todas as frequências já foram liberadas e a capacidade já é de 20Mhz + 20 Mhz. A tecnologia 4GMax estará disponível nas cidades-sede da Copa das Confederações até abril de 2013. As demais cidades seguirão o cronograma da Anatel.

“Para nós, esta é uma importante conquista realizada em tempo recorde, graças a parceria entre os nossos fornecedores e o comprometimento dos nossos colaboradores. Quem ganha com isso é o nosso cliente, que terá a melhor experiência de internet móvel do país”, afirma Carlos Zenteno, presidente da Claro.

O Nordeste é uma área com alto índice de crescimento econômico em telecomunicações. Toda a população de Recife, com mais de 1.548 milhão de habitantes, possui cobertura 3G da Claro. O Estado de Pernambuco tem 93% da população urbana coberta pela operadora. (Da redação, com assessoria de imprensa)

 

Anterior Oi notifica Anatel sobre imóveis alienados
Próximos Fifa pede proposta para a Oi, que negocia também com novos estádios