Claro faz parceria com Apple e vai aceitar trocar o iPhone após um ano de uso


A Claro vai vender o iPhone, da Apple, em 24 parcelas no Brasil, com direito a troca após 12 meses de uso. Os preços dos planos não foram revelados. Segundo Rodrigo Vidigal, diretor de marketing da Claro, a oferta, feita em parceria com a Apple, será iniciada em novembro, com o modelo iPhone 5S. Na troca, o usuário deverá renovar a assinatura por mais 24 meses para se beneficiar do upgrade. Quem contratar o plano também receberá um seguro para caso de perda, roubo, furto ou danos no smartphone.

O anúncio foi feito hoje (28), em evento em São Paulo para lançamento da nova campanha de marketing da Claro no Brasil. O novo posicionamento de marca prevê inserções televisivas, online, em meio impresso, nas lojas e out of home com apelo mais emocional. “Precisamos sair de um formato mais tradicional, tangível, para ir a um terreno mais irracional e atingir o coração do cliente”, diz Carlos Zenteno, ao explicar a estratégia.

Segundo ele, “as marcas não apenas devem entregar o que prometem, como têm que entrar nas emoções”. Foram 11 meses de pesquisas com público interno e consumidores para se chegar ao reposicionamento. O valor do investimento não foi revelado, mas, segundo Vidigal, superou o alto investimento da operadora ao longo da Copa do Mundo.

Zenteno explicou que a campanha busca mostrar como a tecnologia pode ajudar as pessoas a ter uma vida mais feliz. “Nas pesquisas, descobrimos uma consciência de que o mundo está acelerado e a vida, superficial. Vamos mostrar como a Claro pode ajudar a sair dessa mesmice de viver e deixar o tempo passar”, disse.

A campanha foi desenvolvida pela agência Ogilvy e resgata o personagem Carlitos, de Charles Chaplin, que estaria completando 100 anos em 2014. Nela, Carlitos é trazido aos tempos atuais e se maravilha com as facilidades dos smartphones, tablets e acesso à internet. O bordão usado será “Claro. É você quem faz o agora”. A nova campanha já está sendo veiculada.

 

Anterior Claro quer usar faixa de 700 MHz em áreas rurais já em 2015
Próximos Indústria eletroeletrônica demite 350 trabalhadores em setembro