Claro e Telefónica recebem licenças para vender TV em partes da Argentina


Enacom, autarquia que regula o setor de telecomunicações, aprovou também criação de MVNO da Supercanal e, na última semana de dezembro, a fusão entre Cablevisión e Telecom Argentina.

bandeira Argentina wikimedia

As operadoras Claro e Telefónica receberam licenças do Ente Nacional de Comunicações (Enacom), da Argentina, na última sexta-feira, 5. As outorgas permitem que as operadoras vendam TV por assinatura em cidades da grande Buenos Aires, capital do país, e outros distritos.

As empresas poderão, agora, vender serviços quad-play no país vizinho, o que até então era impossível. Os serviços quad-play reúnem, em um só pacote, telefonia móvel, fixa, banda larga e TV paga. A Enacom também autorizou a Supercanal, concorrente do grupo Clarín, a oferecer serviços de telefonia móvel como operadora virtual.

Todas as licenças foram distribuídas conforme a previsão do governo Macri, que no começo de 2017 criou a Enacom e reviu partes da Ley de Medios, permitindo a fusão do Grupo Clarin com a Nextel Argentina. Em dezembro, a autarquia também autorizou a fusão entre o grupo de TV paga Cablevisión e a Telecom Argentina (antiga TIM).

Anterior Lucro operacional da LG cresce 84,5% em 2017
Próximos China acelera expansão do mercado de IoT