Claro anuncia adesão ao PNBL


O presidente da Claro, Carlos Zenteno, anunciou nesta quarta-feira  (24) a adesão ao Plano Nacional de Banda Larga (PNBL). O plano da operadora custa R$ 29,90 mensais com impostos por uma conexão de 1 Mbps, capacidade de download de 200 MB e valerá para todos os 515 municípios onde a Claro já tem cobertura 3G.

Zenteno, que apresentou nesta tarde o plano ao ministro das Comunicações Paulo Bernardo, disse que a disposição da companhia é apoiar o esforço do governo para massificar a banda larga no país. “Nossa rede atinge a 70% da população brasileira então acreditamos que teremos uma participação importante”, disse.

A Claro era a única operadora que ainda não havia aderido ao PNBL. A Vivo e a Oi foram as primeiras a aderir por meio de termo de compromisso. A TIM aderiu em seguida.

Investimentos

O presidente da Claro também confirmou ao ministro Paulo Bernardo o montante de investimentos previstos pelas empresas do grupo – Claro, Embratel e NET – até o final de 2012 no Brasil. Segundo ele, serão aplicados R$ 10 bilhões na ampliação da rede e na conquista de novos mercados.

Para este ano, a previsão é de chegar a dezembro com 1017 municípios cobertos com rede 3G, praticamente dobrando o número de cidades atendidas. Zenteno informou ainda que ontem a NET começou a oferecer banda larga de até 100 Mbps em Manaus.

Anterior Operadora contesta processo de licenciamento de rede 4G na França
Próximos China: Google deve ter aprovação para compra da Motorola