Cisco foca lançamentos em telepresença, virtualização e redes sociais


A Cisco anunciou hoje, mundialmente, o lançamento de novos produtos para completar seu portfólio de colaboração, baseados em soluções para vídeo, telepresença e redes sociais. De acordo com os executivos da Cisco, 51% do tráfego na internet é gerado por vídeo e espera-se que, em 2013, esse percentual cresça para 90%, o que justifica seus esforços no desenvolvimento de soluções de virtualização e para redes sociais.

Em telepresença, a companhia aposta no crescimento de escritórios virtuais e promete soluções para empresas de todos os tamanhos. Ao anunciar o lançamento da ferramenta VXI (Virtualization Experience Infrastructure), a empresa destacou que a plataforma proporciona “todos os benefícios da virtualização do desktop”, uma vez que é compatível com aplicações de colaboração multimídia como as de voz e vídeo. A Cisco incorporou à plataforma novos sistemas zero client (tem o mesmo conceito do thin client, porém, funciona sem o sistema operacional).

A Cisco também anunciou as soluções para redes sociais, que prometem mais interatividade nos contact centers e permite monitorar, agrupar e seguir os comentários dos usuários das redes sociais para, num segundo momento, enviar as informações para os responsáveis por aquele serviço, permitindo que as empresas respondam em tempo real. O responsável pelo setor de negócios da Cisco na América Latina, Ricardo Hideki Ogata, explicou a função da ferramenta, dando um exemplo aleatório: supondo que um usuário esteja com problema no carro, na rua, e coloca a informação no Facebook ou em qualquer outra rede; o sistema permite que a seguradora capte essa informação e envie imediamente um atendimento.

Mercado
No Brasil, a Cisco lidera o mercado de telepresença IP e se destaca na oefrta de soluções fim-a-fim, mas em contact center tem uma participação marginal (a Avaya lidera nesse segmento de mercado). Nas soluções de vídeo, a empresa tem entre 35% e 40% de participação no mercado e compete, principalmente, com a Polycom.

Anterior MVNO com um milhão de clientes na América Latina em cinco anos
Próximos Telebrás marca assembleia de acionistas para 3 de dezembro