Cisco fará smartgrid para a Eletrobras em seis estados


A Cisco será a principal fornecedora de infraestrutura de comunicação para o projeto de medição inteligente do programa Energia+, da Eletrobras. A iniciativa atenderá os estados do Amazonas, Alagoas, Acre, Piauí, Rondônia e Roraima e será financiado pelo Banco Mundial no valor de R$ 1,2 bilhão. Segundo as empresas, o projeto vai reduzir perdas nestas áreas, que atualmente chegam a 22% na região Norte e 10% no Nordeste, segundo a Aneel.

Os medidores usam a arquitetura FAN (Field Area Network), baseada no protocolo IPv6, e funcionam em uma Infraestrutura de Medição Avançada (AMI, do inglês: Advanced Meter Infrastructure). Serão instalados 80 mil medidores na primeira fase do projeto. As empresas não divulgaram valores do negócio.

Os dados serão transmitidos em tempo real utilizando a rede sem fio para a Central de Inteligência da Medição, localizado em Brasília. A Eletrobras poderá monitorar e controlar aos medidores e, no futuro, a rede elétrica, identificando e corrigindo falhas na distribuição.

A implantação do projeto AMI, no contexto do Programa Energia+ será realizada pelo consórcio formado pela Siemens, Itron, Telefônica e Telemont, parceira da Cisco, para fornecer Smart Grid nas cidades atendidas pelas Empresas de Distribuição da Eletrobrás. A implementação total está prevista para acabar em 2017. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Amdocs adquire Comverse BSS por US$ 272 milhões
Próximos México exige mudanças tecnológicas para aprovar compra da Nextel pela AT&T

1 Comment

  1. Paulo
    23 de Maio de 2015

    Ola, a principio é ótimo o projeto.Precisamos saber o quanto sera favorável ao consumidor.