Cisco defende PPP para Banda Larga


O Presidente da subsidiária da Cisco, Rodrigo Abreu, em evento, ontem, para apresentar a nova plataforma da empresa – Cisco Videoscape –, disse que o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), para atingir seus objetivos e permitir ao país dar um salto em sua infraestrutura de rede, vai precisar de investimentos não só privados mas também públicos. Além de incentivos fiscais e de financiamento, Abreu acredita que serão necessárias a formação de PPPs (Parcerias Público Privada). Para ele, o grande mérito do PNBL é ter colocado o tema na agenda de prioridades do país.

A Cisco Videoscape, apresentada durante evento voltado às operadoras brasileiras,  integra uma plataforma aberta que utiliza a rede em nuvem, a rede convencional e os dispositivos dos usuários para novas experiências em vídeo. Para os usuários domésticos, há o Videoscape IP set-top box, que dá suporte a todas as formas de vídeo em TV, como TV por assinatura, canais abertos e web. Ao utilizar o set-top, o Videoscape media gateway e o Videoscape software, o cliente pode experimentar interatividade com diversos dispositivos, desde a interação com mídias sociais através da TV enquanto assiste a um programa à possibilidade de retomar um vídeo a que estava assistindo em um tablet e continuar a assisti-lo na TV, por exemplo.

Para as operadoras, a Videoscape Media Suite oferece, por ser gerenciada em nuvem, a capacidade de administração e publicação de seus conteúdos em diversas telas. Já na rede, o Cisco Conductor for Videoscape harmoniza funções de gestão de assinantes em toda a nuvem.

Wi-Fi

Para o vice-presidente mundial da Cisco, Kit Beall, uma das soluções de rede para eventos com grandes aglomerações de pessoas, como a Copa do Mundo e as Olimpiadas (a serem realizadas em 2014 e 2016, respectivamente), é tornar disponíveis diversos pontos de Wi-Fi perto dos estádios o que garantiria uma melhor cobertura nos eventos. Beall citou uma experiência da própria Cisco nos Estados Unidos, que instalou mil pontos de acesso no entorno de estádio na final do campeonato de futebol americano.

Anterior Telebrás assina primeiro contrato de venda de link do PNBL
Próximos Telefônica aplica R$ 200 milhões em 2011 para expandir rede de fibra óptica em SP