Cinema brasileiro pode ser visto em streaming no Festival Scope


O cinema brasileiro já pode contar com selo específico no Festival Scope, plataforma exclusiva que oferece a profissionais do setor audiovisual, mediante assinatura, a possibilidade de assistir online a filmes do mundo inteiro. Sob a marca da Agência Nacional do Cinema (Ancine), os filmes nacionais ficarão disponíveis para esses profissionais por streaming, sistema em que não há download do material para o computador do usuário.

Segundo a Ancine, a iniciativa é para possibilitar maior visibilidade e inserção dos filmes brasileiros aos curadores, distribuidores, agentes de venda, críticos de cinema e outros profissionais que usam regularmente os serviços da plataforma. ”É mais um passo que a agência dá para ampliar, de forma democrática e ampla, o acesso das obras brasileiras ao mercado internacional”, disse o diretor-presidente da Ancine, Manoel Rangel.

Criado em 2010, o Festival Scope surgiu a partir da constatação de que, muitas vezes, os profissionais do setor não tinham tempo,, durante os festivais, para assistir a todos os filmes em salas de cinema, nem a possibilidade de se deslocar fisicamente a todos os eventos nacionais e internacionais de seu interesse. Instituições nacionais como a Unifrance (França), o Instituto Goethe (Alemanha) e o Instituto Luce Cinecittá (Itália) têm selos na plataforma para divulgação dos filmes de seus países.

Em sua programação inaugural, o espaço da Ancine no Festival Scope exibe os sete filmes selecionados para a Mostra Aurora, principal competição de longas da Mostra de Tiradentes, em Minas Gerais, que abre o calendário nacional de eventos audiovisuais.

Apoio a Festivais

A agência publicou hoje portaria liberando mais de R$ 1,8 milhão para apoiar a participação de filmes nacionais em festivais internacionais.  (com Agência Brasil)

 

Anterior PT SGPS afirma que Bava "devia saber" da RioForte, mas admite que sem venda da PT, todos perdem valor
Próximos Minicom repassa R$ 7 mi para prefeitura de SP fazer centro de conteúdo digital