Cidade inteligente: avanço no país depende de articulação governo-sociedade, diz Ericsson


Para o diretor do Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Ericsson Telecomunicações, Edvaldo Santos, já existe tecnologia para resolver os graves problemas de segurança pública, mobilidade e saúde das grandes cidades. O que falta é articulação entre governo, sociedade e iniciativa privada.

Coordenador do projeto Smart City Manager, que integra em uma única plataforma diferentes aplicações para cidades inteligentes, Edvaldo Santos, diretor do Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Ericsson, diz que já existe tecnologia para resolver os graves problemas que afetam as grandes metrópoles. O que falta é articulação política entre os diferentes agentes: governo, sociedade civil e iniciativa privada.

O projeto da Ericsson, aplicado em São José dos Campos, no Vale do Paraiba, em São Paulo, desde 2012, evoluiu ao longo dos anos e hoje integra, em uma mesma infraestrutura, aplicações de segmentos verticais como segurança pública, transporte inteligente e iluminação inteligente. Com este projeto a empresa ganhou o Prêmio Anuário Tele.Síntese de Inovação em Comunicações na Categoria Software e Serviços.

Anterior TJRJ firma parceria com a Vivo para ter acesso a banco de dados
Próximos Aneel e Anatel lançam consulta para limpar os cabos de telecom de 9 milhões de postes elétricos

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *