China teria multado a Microsoft por evasão de divisas


O governo chinês teria imposto à Microsoft uma multa de US$ 140 milhões. A medida seria a devolução de impostos não pagos pela empresa, mais juros. As afirmações são da agência estatal de notícias da China, Xinhua. O noticiário afirma que a Microsoft registrava prejuízos na operação local, e lucros obtidos dentro do país em filiais offshore situadas em paraísos fiscais. Diz ainda que a Microsoft teria admitido a evasão.

A Microsoft, em resposta ao Financial Times, nega a multa. Afirmou que fez um acordo com o governo chinês no valor de US$ 140 milhões, mas que não diz respeito aos crime de evasão de divisas. Segundo a companhia, trata-se de pagamento proporcional às vendas da empresa no país, definido através de acordo prévio de preços, firmado entre Estados Unidos e China em 2012. Não forneceu mais detalhes sobre o período que o pagamento abrange. (Com agências internacionais)

Anterior Oi precisa responder até esta sexta dúvidas da CVM sobre acordo com PT SGPS
Próximos GSMA rechaça proposta de roaming nacional no Reino Unido