China Mobile quer terminais com sistemas abertos


Barcelona – Um dos conferencistas desta manhã no Mobile World Congress (MWC), que se realiza em Barcelona, em painel que reuniu os presidentes de grandes operadoras de três continentes, Wang Jianzhou, CEO da China Mobile, defendeu a adoção de padrões abertos pelos fabricantes de terminais. Disse que levantamentos realizados por sua operadora mostram que os usuários querem ter a mesma experiência com qualquer terminal e que hoje isso não ocorre.

“Como os sistemas não são os mesmos, há aplicativos feitos para um que não servem para outro. E o usuário quer acesso a todos os aplicativos”. Em função dessa necessidade, Jianzhou disse que a China, que adotou dois padrões para a telefonia móvel de quarta geração, já está trabalhando para ter um terminal único que atenda aos dois padrões.

Essa não foi a única farpa lançada por Jianzhou, que administra a operadora com a maior base de assinantes do mundo (590 milhões), em direção aos fabricantes. Ele também reclamou da oferta de grande quantidade de conteúdos pelas lojas virtuais de fabricantes. Sem citar nomes, disse que o grande volume de downloads a partir desses portais transformam a rede da operadora em um “tudo mudo”. “As operadoras também precisam agregar valor e monetizar sua rede”, disse ele, ao falar da importância de as operadoras oferecerem plataformas multisserviços para seus usuários.

A jornalista viaja a convite da Alcatel-Lucent

Anterior Na AL, 540 milhões não têm acesso a serviço de dados.
Próximos PT quer ajudar a Oi a crescer em TV paga e banda larga