China dá sinal verde para fusão entre Nokia e Alcatel-Lucent


A Nokia obteve o sinal verde do governo chinês para levar adiante sua fusão com franco-americana Alcatel-Lucent. O Ministério do Comércio da China, responsável pelas políticas antitruste, aprovou o negócio, permitindo que a empresa resultante opere no país. Agora, as empresas aguardam o aval do governo da França para iniciar a troca de ações. A transação também depende do voto dos acionistas de ambas as companhias.

Na China, as empresas vão criar uma joint venture com a estatal Huaxin, que atua também no fornecimento de infraestrutura de telecomunicações. A joint venture será formada pela empresa local da Nokia e a Alcatel-Lucent Shanghai Bell. A empreitada chinesa terá controle de capital da Nokia, 50% das ações mais uma, e será chamada Nokia Shanghai Bell.

A expectativa da Nokia e da Alcatel-Lucent é concluir a fusão, negócio de € 15,6 bilhões, até meados de 2016. A estrutura da nova companhia já começa a ser montada, com a maioria das lideranças vindas da Nokia. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Maximiliano vai falar pelo Brasil na Conferência de Radiocomunicação da UIT
Próximos Cisco cria núcleo de integração olímpica para o COB