CFO da Huawei sai da prisão no Canadá, com tornozeleira eletrônica


Meng Wanzhou, a CFO da Huawei, foi solta após pagar fiança equivalente a US$ 7,5 milhões. A executiva passou os últimos dez dias em uma prisão no Canadá, acusada de burlar o embargo econômico imposto pelos norte-americanos ao Irã.

Apesar de livre para responder o processo, Wanzhou terá de usar uma tornozeleira eletrônica 24h por dia e não sair do Canadá sob nenhuma hipótese. Ela deverá se reapresentar aos tribunais locais em 6 de fevereiro, conforme agências internacionais de notícias.

A prisão de Wanzhou, que é filha do fundador da Huawei, Ren Zhengfei, aconteceu a pedido dos EUA e coincide com momento de escalada na guerra comercial entre o país e a China. OS EUA têm 60 dias, desde a prisão, em 1º de dezembro, para pedir a extradição da executiva.

O processo contra ela indica que a empresa iraniana Skycom Tech operava como uma filial não oficial da Huawei no país sob embargo. A Huawei também teria vendido equipamentos da HP para uma operadora do Irã.

Anterior MCTIC fica com telecom e ganha propriedade intelectual
Essa é a notícias Mais recent

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *