CEO da Telecom Italia justifica alto prêmio pela frequência de 5G


(Shutterstock/Argus)

O CEO da Telecom Italia, Amos Genish, argumentou que o 5G será o catalisador mais importante que a indústria viu nos últimos 20 anos e as oportunidades que ele abrirá  justificam os altos preços pagos pela operadora em recente leilão.

Genish admitiu que o leilão pode ter sido “desenhado de forma injusta” e as empresas tiveram que pagar um prêmio alto. No entanto, ele afirmou que o custo valeu a pena quando considerou o espectro recém-adquirido “nos permitirá ser uma das duas empresas de telecomunicações mais competitivas na Itália e dois dos vencedores em um mercado muito lotado”.

A Telecom Italia é a operadora número um do país e gastou mais de € 2,4 bilhões no recente leilão. Genish estava se referindo à concorrente Vodafone Itália, que gastou o mesmo.

Ele explicou que o espectro comprado pela Telecom Italia ajudará a reduzir o custo por gigabyte “em 50% a 70% em relação ao que é hoje”, acrescentando que a queda é um grande negócio porque a operadora espera que o consumo médio atual de 5GB aumentar para 80 GB nos próximos anos.

Os preços

O governo da Itália arrecadou US$ 7,55 bilhões com a venda do espectro da 5G. A Coreia do Sul arrecadou US$ 3,6 bilhões, e a Inglaterra US$ 1,8 bilhão. A licitação na Espanha recolheu US$ 510 milhões e na Finlândia, apenas US$ 9 milhões.

(com agências internacionais).

Anterior Com queda nas receitas, serviços de informação e comunicação recuam em agosto
Próximos Atendimento ao consumidor da Nextel obtém resultados positivos com novo ambiente digital