CEO da Algar alerta para alta de preços da 5G se Huawei for banida do país


 

O presidente do Conselho de Administração da Algar Telecom, Luiz Alexandre Garcia, está muito preocupado com os impactos de um banimento da chinesa Huawei do mercado brasileiro de telecomunicações. ” Seria um equívoco tremendo o banimento de fornecedores chineses de equipamentos de 5G no Brasil”, afirmou o executivo e Live promovida hoje, 18, pelo Tele.Síntese.

Para o executivo, a exclusão da Huwaei das novas redes de telecom irá representar a perda de competitividade nos preços dos equipamentos e nas soluções técnicas. “Tirar um fornecedor com quase 50% do mercado de telecomunicações brasileiro e com uma competitividade mundial expressiva irá impactar os preços da 5G. A competição e multiplataformas são extremamente importantes”, completou Garcia.

PUBLICIDADE

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro disse em live que havia orientado a sua equipe para grantir que as redes de 5G respeitem a ” soberania, a segurança e estejam inseridas em estratégias de política externa”.

IoT

O executivo avalia também que, com o advento da Internet das Coisas (IoT), será necessário a  adoção de modelos dinâmicos de regulação, visto que será bem mais difícil antever o comportamento do consumidor com esse novo serviço, e que tipos de modelos fiscais embasarão esses novos serviços.

Anterior Anatel confere direitos de exploração de mais satélites estrangeiros
Próximos Ainda não há consenso na Economia sobre formato do leilão 5G