Celulares nos presídios: Ministério da Justiça debate soluções.


A Comissão sobre Segurança Eletrônica em Presídios Brasileiros se reuniu esta semana no Ministério da Justiça para começar a discutir soluções para o problema dos celulares nos presídios. O grupo é formado por representantes dos Ministérios das Comunicações e da Justiça, da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), do Departamento Penitenciário Nacional, da Associação das Operadoras de …

A Comissão sobre Segurança Eletrônica em Presídios Brasileiros se reuniu esta semana no Ministério da Justiça para começar a discutir soluções para o problema dos celulares nos presídios. O grupo é formado por representantes dos Ministérios das Comunicações e da Justiça, da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), do Departamento Penitenciário Nacional, da Associação das Operadoras de Telefonia Celular (Acel), da Procuradoria Geral da República e do Tribunal Regional Federal.

Nesse primeiro econtro, segundo fontes do governo,  foi discutida a necessidade de se combater a causa do problema, ou seja, evitar que os celulares entrem nos presídios, e não apenas encontrar formas de bloqueio das ligações.  A comissão decidiu que serão elaborados relatórios com argumentos favoráveis e contrários à instalação de bloqueadores nos presídios, e serão avaliadas as limitações tecnológicas e administrativas, além do impacto econômico das medidas. A comissão se reúne novamente em 12 de abril.

Anterior Vivo reposiciona marketing e prioriza qualidade
Próximos Vivo tem 300 mil clientes em GSM e já lança o pós-pago.