Celular tem forte impacto nas Filipinas


Tele.Síntese Análise 340 Se a banda larga fixa cresceu lentamente nas Filipinas na última década, com pequeno impacto nas atividades econômicas e penetração, ao final de 2009, de 7,37%, as conexões móveis explodiram entre 2006 e 2010. O relatório da Wireless Intelligence mostra que, em 2010, as conexões móveis somavam 12 milhões contra 1,8 milhões …

Tele.Síntese Análise 340

Se a banda larga fixa cresceu lentamente nas Filipinas na última década, com pequeno impacto nas atividades econômicas e penetração, ao final de 2009, de 7,37%, as conexões móveis explodiram entre 2006 e 2010. O relatório da Wireless Intelligence mostra que, em 2010, as conexões móveis somavam 12 milhões contra 1,8 milhões de acesso fixo, num país de cerca de 100 milhões de habitantes.

Ao avaliar o impacto da expansão da infraestrutura de banda larga móvel no crescimento do PIB – uma vez que a lenta expansão da fixa não teve maiores repercussões – os pesquisadores constataram que a contribuição anual
das conexões móveis foi de 0,32% ao ano na última década. “Isso representou 6,9% de todo crescimento do PIB no período, tendo em vista que o crescimento anual do PIB foi de 4,6%.

Desde 2005, esse impacto quase dobrou, alcançando 0,61% do PIB, o que representa 7,3% do crescimento de toda a economia do país”, afirma o estudo.

No Panamá ocorreu o inverso. A contribuição à expansão do PIB foi dada pela banda larga fixa, uma vez que, ate 2010, a oferta de conexões dedicadas de banda larga móvel era escassa. O modelo desenvolvido no estudo de caso mostra que a banda larga fixa contribuiu indiretamente para o crescimento de 0,44% do PIB anualmente, entre 2000 e 2010. “Tendo em vista que a economia cresceu, em média, 4,6% ao ano, durante esse período, essa estimativa sugere que a banda larga fixa sozinha foi responsável por 9,6% do crescimento de toda a economia panamenha na década passada”, afirma o relatório. No período de 2005-2010, a contribuição da banda larga fixa subiu para 0,82% do crescimento do PIB.

O papel da banda larga vai continuar impulsionando o PIB, mas a importância da banda larga fixa tende a recuar no Panamá, de acordo com o estudo. Prospecção de mercado realizada pela Wireless Intelligence mostra que quase metade da população panamenha pretende, até 2016, ter banda larga móvel.

Anterior Estudos de casos quantificam importância econômica e social da banda larga
Próximos Dilma sanciona lei e elimina imposto em produtos de TI para portadores de deficiência