Ceará tem mais banda larga fixa que os demais estados do nordeste, diz Anatel


INOVAtic-Nordeste-Feira-de-Negocios-e-Congresso-de-Tecnologias-da-Informacao-e-Comunicacao-26-Marco-2018-Foto-Estudio-Pa-Roniere-Almeida-Abertura-Solene-11

 

*Aécio Santiga

INOVATIC NE – Segundo o presidente da Anatel, Juarez Quadros, atualmente são 324 milhões de conexões a serviços de telecomunicações no Brasil,  sendo 29 milhões de  banda larga fixa. Desse  universo, a região Nordeste com 3 milhões de acessos em banda larga fixa e  o Ceará é o estado com o maior número de acessos contratados em relação aos demais estados nordestinos. O Ceará conta  com 740 mil acessos banda larga fixa, o que representa 25% dos domicílios do estado, enquanto a média da região é de 20%  “Apesar de 62% dos municípios brasileiros estarem cobertos por fibras ópticas, ainda existe um grande mercado a ser atendid. O Brasil precisa aproveitar esse grande momento de demanda comercial para avançar no desenvolvimento dessas tecnologias”, afirmou Juarez, lembrando que estão chegando no Ceará 16 cabos submarinos.

Diretora da empresa Momento Editorial, responsável pela organização do evento, Miriam Aquino destacou a importância da feira para o debate sobre tecnologias de cabos submarinos, inovação e empreendedorismo, banda larga, datas centers e infraestrutura que envolve comunicação de dados e serviços no País. “Já recebemos o convite do governo da Bahia para realizar a segunda edição da INOVAtic em Salvador e ficamos muito felizes por este reconhecimento” anunciou Miriam.

Representando o governador do Estado do Ceará Camilo Santana, o secretário adjunto de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Francisco Carvalho de Arruda Coelho, assinalou as condições oferecidas pelo governo do Ceará  para o crescimento.

O INOVATIC NE, realizado pela Momento Editorial, contou com o patrocínio de Claro Brasil, Oi, Padtec,, Angola Cables, Banco do Nordeste, Correios, Finep.

Contou também com o apoio de Datacom, Fonnet, Globenet, Mob Telecom, Prysmian Group, Redex, Skylane Optics, Wirelink. E apoio institucional de Abramulti, Abranet, Abrap, Abeprest, Abrint, Brasscom, NEOTV, Softex, TelComp. E Prefeitura de Fortaleza, Governo de Alagoas, Governo do Piauí e Governo do Ceará.

Anterior MCTIC estuda mexer na Lei do Bem para política de data center
Próximos Com interessado à vista, Anatel faz novo chamamento para banda Ka