CCT da Câmara deixa para ano que vem decisão sobre franquia de dados


(Crédito: shutterstock/asharkyu)

A Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados deixou para a próxima legislatura a decisão sobre o projeto de lei que trata de franquia na banda larga fixa. O PL 7182/2017, aprovado no Senado, altera o Marco Civil da Internet para vedar a implementação da franquia de consumo nos planos de banda larga fixa. Foi aprovado na Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara e parou na CCT.

O tema é polêmico e já gerou muitos debates. A Anatel até hoje não decidiu sobre a questão, apesar de ter aberto processo, criado grupo de trabalho e solicitado contribuições de organismos ligados ao tema. Desde 2016, a agência reguladora vem adiando a apresentação de uma proposta para encerrar o debate.

Na CCT da Câmara, o projeto passou por três relatores desde agosto do ano passado, mas só em novembro deste ano, o deputado Goulart (PSD-SP), presidente da comissão, apresentou parecer pela rejeição da matéria, alegando que qualquer decisão deve ser embasada em estudos, que não foram realizados. Mesmo que a rejeição seja aprovada, a matéria ainda terá que passar pela Comissão de Constituição e Justiça e pelo plenário da Casa.

O requerimento para realização de audiência pública sobre a proposta também não foi adiante. A CCT realiza sua última reunião na próxima semana, dia 19, sem incluir a matéria na pauta.

Ou seja, qualquer decisão sobre o tema dependerá da nova composição da comissão e do entendimento da Câmara sobre tal tema. Isso não ocorrerá antes de março, quando as comissões temáticas poderão estar formadas pelos novos integrantes.

Anterior Pharol não vai participar do aumento de capital da Oi
Próximos YouTube remove 58 milhões de vídeos em três meses