Notícias da categroia

Telefonia fixa

Sistema de telefonia fixa


A Anatel autorizou hoje o reajuste tarifário das ligações do VC1, VC2 e VC3 ou as ligações fixo/móvel locais e de longa distância. As ligações dos telefones fixos da Oi e da Telefônica para os celulares de todas as operadoras terão aumento de 1,5%. E as feitas para os aparelhos da Nextel terão redução de 5,27%

Com a redução das contas de telefone em São Paulo, as despesas com comunicação no mês recuaram 0,03.

Preços são resultantes da revisão tarifária por fusão da operadora com a Vivo, excluindo os ganhos com interconexão e o ônus bianual da concessão.

Percentual pode cair ou subir a depender dos resultados das ações judiciais em curso

Valor da tarifa cairá para R$ 23,46. Sem a decisão judicial, o preço ficaria em R$ 22,61. No cálculo, a Anatel já considerou o ganho de R$ 150 milhões que teriam sido auferidos pela concessionária por não ter feito o reajuste no ano passado.

Assinatura básica e do telefone popular têm ligeiras quedas, mas habilitação da linha sobe de R$ R$ 43,46 para R$ 46,28. Minuto aumenta e interconexão local é elevada em 10,69%.

Valor médio das novas tarifas ficará 0,65% mais alto. Já as ligações dos orelhões custarão R$ 0,1260 por unidade de tarifação.

contando moeda

A Anatel autorizou hoje (10/04) o reajuste da cesta tarifária da telefonia fixa, no valor médio de 0,65% para as tarifas de assinatura básica, habilitação e ligações de longa distância. O reajuste contempla as operadoras Telefônia, Oi, Sercomtel, CTBC e Embratel. Reajuste maior para a CTBC, de 0,95%, pois tem um período maior no cálculo da inflação, de 14 meses.

Já há quem defenda a mudança na lei ou até liberdade tarifária para assegurar o equilíbrio econômico – financeiro do serviço prestado em regime público