Artigo na categoria Regulação


shutterstock/Ditty
Regulação

Bloqueio de celulares piratas pode começar em outubro

Anatel avisa, porém, que data ainda pode mudar. Documento atual prevê início de envio de avisos de desconexão a irregulares, não homologados na agência, já em julho. Fabricantes locais pressionam pela manutenção dos prazos, enquanto operadoras defendem adiar as datas para treinar funcionários de centrais de atendimento, nas quais prevêem aumento de reclamações.

Leia mais 3 Comentários
TeleSintese-Mundo-Globo-abstrata-Fotolia_131657546
Regulação

“Saldo dos investimentos das concessionárias está derretendo”, afirma conselheiro da Anatel

O conselheiro Leonardo de Morais aponta que, quanto mais demora o PLC 79 para ser aprovado, mais desvalorizados vão ficando os bens da concessão que seriam precificados para uma migração ao serviço privado. Ele apontou ainda que além dos bens reversíveis, o saldo da migração deve contar com os recursos do ônus da concessão, do fator X e do PGMU.

Leia mais 0 Comentários
shutterstock_OlegDoroshin_TV paga_Radiodifusao_devices
Regulação

Técnicos da Anatel mantêm posição na liberação do acordo AT&T/Time Warner na Sky

Para a superintendência de competição, a operação de fusão entre a AT&T e a Timer Warner não muda o controle da Sky Brasil e não afeta a competição no mercado de TV por assinatura. Assim, do ponto de vista da concorrência, a operação deveria ser aprovada. E do ponto de vista regulatório – que deve ser analisado sob a Lei do SeAC – os técnicos entendem que é preciso ser aberto um outro processo, até para que as empresas se manifestem e a Anatel possa saber, exatamente, quais são as atividades que as empresas envolvidas exercem no país.

Leia mais 0 Comentários
TeleSintese-apresentacao-reuniao-treinamento-curso-grafico-resultado-positivo-plateia-pessoas
Regulação

Anatel redefine grupos, regiões e mercados com PMS

A Anatel limitou em cinco mercados – roaming nacional, infraestrutura passiva, rede de acesso, terminação da rede móvel, e EILD. Nesses segmentos, os grupos com poder de mercado continuarão a ter forte regulação da agência, para estimular maior competição. A Anatel desconsiderou, nesta edição, o segmento de TV por assinatura, que era regulado na edição anterior do PGMC.

Leia mais 0 Comentários