Notícias da categroia

Leilão

Os processos de venda de faixas de frequências para prestação de serviços de telecomunicações no Brasil


Michelle Caldeira, representante da SES, justificou que a medida dará maior segurança jurídica e deve ser prevista no edital da 5G. em vez de deixar os pagamentos a cargo das operadoras de celular.

SindiSat contratou consultoria para calcular o valor que as operadoras de satélite deverão receber com a perda de frequência para a 5G da telefonia móvel.

Acesso das operadoras regionais ao espectro no leilão 5G vai acelerar a implantação no Brasil, acrescenta Francisco Pinheiro Neto, da Mob Telecom.

Presidente da Anatel, Leonardo de Morais, disse que agenda está sujeita às políticas públicas, não às flutuações de mercado. E dá a entender que haverá adiamento do leilão em função da pandemia de Covid-19.

Indústria pediu acesso a espectro na consulta pública do edital da 5G. Segundo Leonardo de Morais, agência estuda reserva, mas ressalta que as operadoras precisam se atualizar a fim de atender às demandas no SLP.

Ao participar da primeira live da série Tudo Sobre 5G, organizada pelo Tele.Síntese, o presidente da Anatel, Leonardo de Morais, contou que integrantes da agência não estão convencidos de que é possível a convivência entre a 5G em 3,5GHz e a TV aberta satelital, e aguarda testes de campo com novos LNBFs.

Telcomp, que também mandou contribuição à consulta, cobrou melhoria do regulamento de mercado secundário e venda regional do espectro de 700 MHz para operadoras menores.

Proposta apresentada em consulta pública da Anatel tem foco na segurança cibernética das redes 5G

A Claro argumenta que é difícil prever a capacidade de investimentos após o cenário de crise e, se o leilão for feito no calendário pretendido pela Anatel (primeiro trimestre de 2021) poderá ter sua atratividade reduzida. Defendeu ainda que todos os compradores de espectro tenham as mesmas obrigações, para não afetar a competição.

Sindisat, Hispamar, SES, Intelsat questionam diversos pontos da proposta do leilão 5G, como falta de debate sobre o acréscimo de 100 MHz à licitação, pouco detalhamento técnico e cálculo do ressarcimento aos atuais ocupantes da frequência.