Notícias da categroia

Desempenho

Para que lado andam as tendências


Estimativa é que 29,85% dos domicílios tenham TV por assinatura, o que resulta em público com acesso ao serviços da ordem de 60,92 milhões de brasileiros. Grupo Claro mantém liderança, seguido de Sky, Oi, GVT e Telefônica.

A queda das vendas no país, já previstas por institutos de pesquisa e consultorias, foi maior entre os desktops (-31%), mas não poupou os notebooks (-22%).

Conforme a consultoria Frost& Sullivan, a América Latina investirá, em 2017, US$ 2,866 bilhões em nuvem pública. E haverá, em 2020, 1,3 bilhão de aparelhos conectados na região.

O destaque do ano de 2014 foi o crescimento de 28% na receita de voz móvel, 20% em TV, e 14% na de soluções de Telecom a clientes corporativos.

Resultado foi impactado pela operação na Venezuela, onde a empresa precisa efetuar conversão cambial a taxas fixadas pelo governo. A Telefônica Brasil teve receita, em euros, de 11,23 bilhões no ano, e de 2,85 bilhões no trimestre. O resultado faz da operação nacional responder por cerca de 22% do resultado do grupo, atrás apenas de Espanha, onde a receita é de 12 bilhões de euros.

logo telefonica

Revisão de ativos intangíveis realizada no segundo trimestre refletiu positivamente no balanço do ano. Empresa obteve aumento da base de clientes pós-pagos, apresentou redução da receita em telefonia fixa e aumento dos ganhos com TV por assinatura, que cresceu 22% no período entre outubro e dezembro de 2014 em relação a 2013. No último trimestre, o lucro foi de R$ 1,26 bilhão, aumento de 2,4%.

O grupo faturou na região 119,5 milhões de euros. com o aluguel de capacidade. A região contribuiu com 60,6% do total dessas receitas, no valor de 197,2 milhões de euros.

banda larga06

O Brasil fechou o ano de 2014 com 192 milhões de acessos em banda larga, um crescimento de 44% em relação a dezembro de 2013. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), 58,3 milhões de novos acessos foram ativados no ano passado, num ritmo de duas novas conexões por segundo.