Notícias da categroia

Competição

A disputa entre as empresas e as tendências de mercados, concentração, participação, market share, avanços e perdas

Guerra comercial fortalece a Huawei no Brasil, afirma executivo da empresa

Leia Mais

Não são as três grandes operadoras brasileiras – Claro, TIM e Vivo- as únicas interessadas pelas operações móveis da Oi que estão à venda. A Algar Telecom e seu sócio de Cingapura, o fundo de investimentos Archy, também apresentaram oferta firme para a compra integral das operações móveis. No caso dessa proposta, no entanto, a Oi não será fatiada, e permanecerá mais um concorrente no mercado brasileiro de telefonia celular.

Reserva de mercado na China e nos EUA impede a competição em pé de igualdade no mercado global, afirma o diretor de negócios da empresa brasileira.

Órgão, no entanto, ainda analisa se as empreses devem, ou não, notificar a operação à autarquia

Empresa mantém plano de se tornar multi-região: meta é quadruplicar a operação até 2023, quando planeja estar em mais de 200 cidades brasileiras

Decisão imposta visa mitigar potenciais riscos à concorrência com a parceria entre Facebook e Cielo

CEO da operadora lembrou que fabricante é uma das principais responsáveis pelo desenvolvimento da tecnologia, o que não compromete a segurança dos sistemas

Conselheiros consideraram a operação proposta tem como objetivo gerar economia de custos de implantação de infraestrutura, o que é uma finalidade legítima do ponto de vista competitivo

Relatora entende que preocupações da operadora estão circunscritas ao eventual e futuro descumprimento das cláusulas contidas nos contratos e os eventuais danos decorrentes. E que a Anatel vai penalizar caso ocorram.

Operadora sustenta que posição do órgão antitruste não afastou todas as possibilidades de limitações da concorrência com a aprovação do acordo

Obrigação de informação sobre o andamento do compartilhamento vale apenas para as redes 2G